SATANÁS O DIABO: QUEM É ELE? - https://adeusheresias.com.br

www.ADEUS HERESIAS.com.br
Site dedicado a pessoas sinceras estudiosas da Bíblia.
Ir para o conteúdo

SATANÁS O DIABO: QUEM É ELE?

Definição: A criatura espiritual que é o principal adversário de Jeová Deus e de todos os que adoram o verdadeiro Deus. O nome Satanás foi-lhe dado por ele resistir a Jeová. Satanás é também conhecido por Diabo, visto ser o principal caluniador de Deus. Satanás é descrito como a serpente original, evidentemente por usar ele uma serpente no Éden para enganar a Eva, e, por este motivo, “serpente” veio a significar “enganador”. No livro de Revelação, o simbolismo de um dragão devorador é também aplicado a Satanás.

Como podemos saber se tal pessoa espiritual existe realmente?
A Bíblia é a principal fonte de evidência. Ele é mencionado ali repetidas vezes por nome (Satanás, 52 vezes e Diabo, 33 vezes). O testemunho de uma testemunha ocular quanto à existência de Satanás está também registrado ali. Quem foi essa testemunha ocular? Jesus Cristo, que vivia no céu antes de vir à terra, repetidas vezes se referiu a esse iníquo por nome. — Luc. 22:31; 10:18; Mat. 25:41.

O que a Bíblia diz sobre Satanás, o Diabo, tem sentido. O mal que a humanidade sofre está muito desproporcional à maldade dos humanos envolvidos. A explicação que a Bíblia dá sobre a origem de Satanás e de suas atividades esclarece a razão por que, não obstante o desejo da maioria de viver em paz, a humanidade tem sido flagelada pelo ódio, pela violência e pela guerra por milhares de anos, e por que isto chegou a tal ponto que existe hoje a ameaça da destruição de toda a humanidade.

Se o Diabo realmente não existisse, aceitar o que a Bíblia diz sobre ele não traria benefícios duradouros à pessoa. Em muitos casos, porém, pessoas que antes mexiam com o ocultismo ou que pertenciam a grupos que praticavam o espiritismo contam que se sentiam nessa época muitíssimo angustiadas por ouvirem “vozes” do além, estando “possessas” de seres sobre-humanos, etc. Obtiveram verdadeiro alívio quando ficaram sabendo o que a Bíblia diz sobre Satanás e seus demônios, puseram em prática os conselhos bíblicos de evitar práticas espíritas, e buscaram a ajuda de Jeová em oração. —

Crer que Satanás existe não significa aceitar a idéia de que tem chifres, um rabo comprido e um forcado, e que assa as pessoas num inferno de fogo. A Bíblia não faz essa descrição de Satanás. Isso é produto da imaginação de artistas medievais que eram influenciados por representações do deus mitológico grego Pã e pela obra Inferno, escrita pelo poeta italiano Dante Alighieri. Ao contrário de ensinar um inferno de fogo, a Bíblia diz claramente que “os mortos . . . não estão cônscios de absolutamente nada”. — Ecl. 9:5.

É Satanás talvez apenas o mal dentro das pessoas?
Jó 1:6-12 e 2:1-7 falam sobre conversações entre Jeová Deus e Satanás. Se Satanás fosse o mal dentro de uma pessoa, o mal nesse caso teria de estar dentro de Jeová. Mas isso está em total desacordo com o que a Bíblia nos diz a respeito de Jeová que é Aquele “em quem não há injustiça”. (Sal. 92:15; Rev. 4:8) É digno de nota que o texto hebraico usa a expressão has·Sa·tán (o Satanás) nos relatos em
Jó, indicando que tal referência é feita àquele que se destaca em resistir a Deus. — Veja também Zacarias 3:1, 2, nota ao pé da página da NM, edição com referências, em inglês.
Lucas 4:1-13 conta que o Diabo procurou tentar Jesus a fazer a vontade dele. A narrativa relata declarações feitas pelo Diabo e as respostas de Jesus. Foi Jesus ali tentado pelo mal dentro de si mesmo? Tal conceito não se harmoniza com a descrição bíblica de Jesus, como sendo sem pecado. (Heb. 7:26; 1 Ped. 2:22) Embora em João 6:70 se empregue a palavra grega di·á·bo·lós para descrever um caráter mau que se desenvolvera em Judas Iscariotes, em Lucas 4:3 emprega-se a expressão ho di·á·bo·los (o Diabo), designando assim uma determinada pessoa.

Será que culpar o Diabo é apenas um meio empregado no esforço de escapar da responsabilidade pelas condições más?
Alguns culpam o Diabo pelo que eles próprios fazem. Em contraste, a Bíblia mostra que os humanos amiúde são culpados em grande parte do mal que sofrem, quer às mãos de outros humanos, quer como resultado de sua própria conduta. (Ecl. 8:9; Gál. 6:7) Contudo, a Bíblia não nos deixa na ignorância quanto à existência e os ardis do inimigo sobre-humano que trouxe tanta aflição à humanidade. Mostra como podemos livrar-nos do controle dele.

Donde veio Satanás?
Todas as obras de Jeová são perfeitas; ele não é o autor da injustiça; de modo que ele não criou ninguém mau. (Deut. 32:4; Sal. 5:4) Aquele que se tornou Satanás era originalmente um filho espiritual perfeito de Deus. Quando Jesus disse que o Diabo “não permaneceu na verdade”, indicou que outrora ele estava “na verdade”. (João 8:44) Mas, assim como se dá com todas as criaturas inteligentes de Deus, este filho espiritual foi dotado de livre-arbítrio. Ele abusou da liberdade de escolha, permitiu que sentimentos de altivez se desenvolvessem no seu coração e começou a desejar que se lhe prestasse a adoração que pertencia unicamente a Deus, de modo que induziu Adão e Eva a escutar a ele, em vez de obedecer a Deus. Assim, pelo seu proceder, ele se fez Satanás, que significa “adversário”. — Tia. 1:14, 15.

Por que não destruiu Deus a Satanás imediatamente após ele ter-se rebelado?
Sérias coisas foram questionadas por Satanás: (1) A justeza e a retidão da soberania de Jeová. Estava Jeová retendo da humanidade uma liberdade que contribuiria para a felicidade dela? Será que a capacidade de a humanidade dirigir ela mesma seus assuntos com bom êxito e a preservação de sua vida dependiam realmente da obediência a Deus? Foi Jeová desonesto ao dar uma lei que declarava que a desobediência conduziria à morte? (Gên. 2:16, 17; 3:3-5) Portanto, tinha Jeová realmente o direito de governar? (2) A integridade para com Jeová da parte de criaturas inteligentes. Em razão do desvio de Adão e Eva, surgiu a pergunta: Será que os servos de Jeová lhe obedeciam realmente por amor ou poderia dar-se que todos eles abandonariam a Deus para seguir a liderança de Satanás? Esta última questão foi adicionalmente desenvolvida por Satanás nos dias de Jó. (Gên. 3:6; Jó 1:8-11; 2:3-5; veja também Lucas 22:31.) Essas questões não poderiam ser resolvidas pela mera execução dos rebeldes.

Não que Deus precisasse provar alguma coisa para si mesmo, mas, para que essas questões nunca mais perturbassem a paz e o bem-estar do universo, Jeová permitiu amplo tempo para que fossem resolvidas sem nenhuma sombra de dúvida. Que Adão e Eva morreram após a desobediência a Deus ficou evidente no devido tempo. (Gên. 5:5) Havia, porém, mais coisas em questão. Assim, Deus vem permitindo tanto a Satanás como aos humanos que tentem toda forma de governo criado por eles próprios. Nenhum governo trouxe felicidade duradoura. Deus deixou a humanidade ir ao extremo na busca de modos de vida que desconsideram as Suas normas justas. Os frutos falam por si mesmos. Conforme diz a Bíblia verazmente: “Não é do homem que anda o dirigir o seu passo.” (Jer. 10:23) Ao mesmo tempo, Deus tem dado a seus servos a oportunidade de provarem sua lealdade a ele por meio de atos de obediência por amor, e isso em face de engodos e perseguição instigados por Satanás. Jeová exorta seus servos, dizendo: “Sê sábio, filho meu, e alegra meu coração, para que eu possa replicar àquele que me escarnece.” (Pro. 27:11) Os que revelam ser fiéis recebem grandes benefícios agora e têm a perspectiva de vida eterna com perfeição, vida esta que usarão para fazer a vontade de Jeová, cuja personalidade e caminhos amam genuinamente.

Quão poderoso elemento é Satanás no mundo de hoje?
Jesus Cristo referiu-se a ele como “o governante do mundo”, a quem a humanidade em geral obedece, seguindo as suas instigações de desprezar os requisitos de Deus. (João 14:30; Efé. 2:2) A Bíblia também o chama de “o deus deste sistema de coisas”, que é honrado pelas práticas religiosas dos que se apegam a este sistema de coisas. — 2 Cor. 4:4; 1 Cor. 10:20.

Procurando tentar a Jesus Cristo, o Diabo “o levou . . . para cima e lhe mostrou todos os reinos da terra habitada, num instante de tempo; e o Diabo disse-lhe: ‘Eu te darei toda esta autoridade e a glória deles, porque me foi entregue e a dou a quem eu quiser. Se tu, pois, fizeres um ato de adoração diante de mim, tudo será teu.’” (Luc. 4:5-7) Revelação 13:1, 2 mostra que Satanás dá ‘poder, trono e grande autoridade’ ao sistema político global de governo. Daniel 10:13, 20 revela que Satanás tem tido príncipes demoníacos sobre os principais reinos da terra. Efésios 6:12 menciona a tais como constituindo ‘governos, autoridades, governantes mundiais desta escuridão, forças espirituais iníquas nos lugares celestiais’.
Não é de admirar que 1 João 5:19 diga: “O mundo inteiro jaz no poder do iníquo.” Mas seu poder é apenas por um período limitado, e é só por tolerância da parte de Jeová, que é o Deus Todo-poderoso.

Por quanto tempo se permitirá que Satanás desencaminhe a humanidade?
Para evidência de que vivemos nos últimos dias do iníquo sistema de coisas de Satanás, veja as páginas 110-113, sob “Datas” e o tópico geral “Últimos Dias”.
A provisão de alívio da influência iníqua de Satanás é assim descrita simbolicamente: “Eu vi descer do céu um anjo com a chave do abismo e uma grande cadeia na mão. E ele se apoderou do dragão, a serpente original, que é o Diabo e Satanás, e o amarrou por mil anos. E lançou-o no abismo, e fechou e selou este sobre ele, para que não mais desencaminhasse as nações até que tivessem terminado os mil anos. Depois destas coisas terá de ser solto por um pouco.” (Rev. 20:1-3) E depois? “O Diabo que os desencaminhava foi lançado no lago de fogo e enxofre.” (Rev. 20:10) Que significa isso? Revelação 21:8 responde: “Este significa a segunda morte.” Satanás terá desaparecido para sempre!

Será que o fato de Satanás ser ‘lançado no abismo’ significa que ele ficará retido por 1.000 anos numa terra desolada sem que haja ninguém para tentar?
Algumas pessoas citam Revelação 20:3 (transcrito na página 357) em apoio desta idéia. Dizem que o “abismo”, ou “abismo insondável” (ABV), representa a terra num estado de desolação. Será que é assim? Revelação 12:7-9, 12 (ABV) mostra que algum tempo antes de Satanás ser lançado no abismo ele é “expulso” do céu, sendo jogado para a terra, onde ele causa crescentes males à humanidade. Portanto, quando Revelação 20:3 (ABV) diz que Satanás é ‘jogado dentro do abismo insondável’, com certeza ele não é deixado simplesmente onde já está — de modo invisível, mas restringido à vizinhança da terra. É removido para longe dali, “de modo que ele não podia mais enganar as nações até que os mil anos tivessem terminado”. Note que Revelação 20:3 diz que, no fim dos mil anos, quem é solto do abismo é Satanás, não as nações. Quando Satanás for solto, as pessoas que antes constituíam essas nações já estarão presentes.

Isaías 24:1-6 e Jeremias 4:23-29 (ALA) são às vezes mencionados em apoio dessa crença. Esses textos dizem: “Eis que o SENHOR devasta e desola a terra . . . A terra será de todo devastada e totalmente saqueada, porque o SENHOR é quem proferiu esta palavra.” “Olhei para a terra, e ei-la sem forma e vazia . . . Olhei, e eis que não havia homem nenhum . . . Pois assim diz o SENHOR: Toda a terra será assolada; todas as cidades ficam desamparadas, e já ninguém habita nelas.” Que significam essas profecias? Tiveram seu primeiro cumprimento em Jerusalém e a terra de Judá. Na execução do julgamento divino, Jeová permitiu que os babilônios devastassem aquela terra. Com o tempo, foi deixada totalmente desolada e desabitada. (Veja Jeremias 36:29.) Mas Deus não despovoou naquele tempo o globo inteiro, tampouco o fará agora.
Entretanto, ele desolará completamente tanto o correspondente moderno da Jerusalém infiel, a saber, a cristandade, que difama o nome de Deus pela sua conduta impiedosa, como todo o resto da organização visível de Satanás.
Em vez de se tornar um ermo desolado, a terra inteira, durante o Reinado de mil anos de Cristo, e enquanto Satanás está no abismo, se tornará um paraíso. (Veja “Paraíso”.)

EXPULSÃO DE DEMÔNIOS
01- Como se expulsa os demônios em nome de Jesus ? João 15:16.
02- Como Jesus expulsava DEMÔNIOS? Lucas 5:17; 11:20.
03- O que Jesus mandou fazer, quando os demônios eram "fortes"?
04- Como o cristão hoje se liberta de demônios? Tiago 4:7.


PESQUISA TOTAL:





Voltar para o conteúdo